Blog

Como a Blockchain pode ajudar empresas menores a competirem com grandes rivais
Blockchain

Como a Blockchain pode ajudar empresas menores a competirem com grandes rivais

As empresas que adotam tecnologias digitais modernas têm margens de crescimento significativamente mais altas do que aquelas que demoram a adotá-las. Mas enquanto grandes empresas como a Microsoft e a IBM já estão aplicando blockchain às suas infra-estruturas, as pequenas empresas estão ficando para trás quando se trata de implementar a tecnologia.

Os dados se tornaram a força vital dos negócios, mas as empresas de todos os tamanhos são limitadas quando se trata de quais informações podem adquirir e de quem podem adquiri-las. As empresas que buscam conseguir clientes geralmente precisam reservar fundos para obter dados de fornecedores terceirizados, como o Facebook ou a Amazon, e isso é parte do dinheiro que elas já gastam em campanhas publicitárias.

A Amazon e alguns outros gigantes conquistaram o mercado quando se trata de adquirir e vender dados. Tudo, desde hábitos de compra até inclinações políticas e preocupações com a saúde dos seus usuários são informações nas quais o comprador pode confiar.

No entanto, a blockchain chegou para revolucionar esse processo, tornando os dados confiáveis ​​por conta própria. O ledger distribuído oferece total transparência, assim os compradores e vendedores podem ver a fonte de qualquer informação e saber se ela foi adulterada. Em última análise, isso significa que os gigantes da internet não serão mais a única fonte confiável de dados e que as pequenas empresas agora podem começar a colher os benefícios.

Cortando o intermediário

A aquisição de dados hoje é semelhante às compras em uma grande loja de varejo, como o Walmart. O vendedor maior é quem tem a palavra final sobre qual inventário estará disponível e a que preço. Mas e se adquirir dados fosse mais parecido com visitar um bazar ao ar livre? Como os dados podem ser confiáveis ​​graças à blockchain, o “modelo big box” está agora em risco. Teoricamente, qualquer empresa pode oferecer os dados que atualmente não consegue monetizar e os compradores saberão quais são informações genuínas.

Se as pequenas empresas podem compartilhar dados entre si de forma direta, elas podem conseguir muito mais a um custo menor, desde que haja mecanismos de privacidade para tratar como as informações são usadas. Por exemplo, a aquisição de dados por meio do Facebook ou do Google geralmente significa que uma empresa pode obter algumas informações dos usuários, mas não informações comerciais críticas, como endereços de e-mail e números de telefone.

O comércio direto de dados faz com que empresas menores possam obter mais tipos de informações confiáveis ​​a um custo menor e, então, segmentar melhor as suas promoções e anúncios. Isso, por sua vez, significa que os orçamentos de anúncios podem diminuir significativamente.

Como será o comércio direto de dados?

Quando os dados corporativos são verificáveis, transparentes e prontamente disponíveis, as pequenas empresas em busca de dados devem ser capazes de ver uma prévia de que tipo de informação está disponível e de quem. Ninguém quer fazer compras em um grande bazar ao ar livre sem um guia sobre quais mercadorias podem ser encontradas e em quais áreas.

Um comprador deve poder enviar uma consulta em um ambiente habilitado para blockchain e receber informações sobre quais empresas têm o tipo de dados que ele deseja. Por exemplo, uma empresa de marketing por e-mail que queira segmentar consumidores do sexo feminino com mais de 60 anos que moram na área metropolitana de São Paulo, deve conseguir inserir esses parâmetros em uma consulta e obter uma lista de empresas que possuem esses dados.

As empresas que possuem esses dados específicos – em vez de compartilhar todas as informações de contato de todos esses consumidores – podem usar a blockchain para divulgar um anúncio a todas as pessoas desse grupo demográfico em nome do comprador. Desta forma, o vendedor pode fazer uso de endereços de e-mail de clientes sem disponibilizar essa informação para mais ninguém, protegendo assim a sua privacidade.

Benefícios para o consumidor

Quando as pequenas empresas se associam através da troca direta de dados, também haverá novos e inesperados benefícios para os consumidores. A blockchain trará transparência e confiança às transações on-line, mas sua influência provavelmente será muito mais disruptiva do que isso. Isso dará aos consumidores mais opções e permitirá que empresas menores reduzam custos trabalhando juntas diretamente, o que desafiará o domínio de rivais muito maiores.

Nenhum mecanismo assim existiu antes, e o momento não poderia ser melhor. As recentes polêmicas envolvendo o Facebook mostram o que acontece quando muito poder, ou nesse caso, muitos dados, ficam sob o controle de poucos. Os reguladores podem estar mudando a forma como gigantes da internet coletam e vendem dados, mas a influência da blockchain poderia ser muito mais disruptiva.